Como Conquistar uma Mulher Passo a Passo Infalível [REVELADO]

Se você quer saber como conquistar uma mulher, chegou ao lugar certo.

Veja se isso já aconteceu com você…

Imagine que está em uma balada, com seus amigos e tomando aquela gelada.

Dando risadas, curtindo a noite normalmente.

Então, surge diante de seus olhos uma linda mulher.

Elegante, charmosa e com todos os atributos que lhe atrai.

Ela e suas amigas pegam uma bebida e ficam de frente para você e seus amigos.

Vocês começam a conversar sobre elas.

Você percebe que aquela mulher que te chamou a atenção olha pra você algumas vezes. E até abre um sorrisinho.

Em certo momento, ela vai ao banheiro (com alguma amiga, é claro), e ao passar perto de você dá uma viradinha com a cabeça, com mais um pequeno sorriso ou apenas um olhar.

Seus amigos também percebem a situação e te impulsionam a ir falar com ela.

Afinal, aquele momento é o ideal para conquistar uma mulher.

Você até quer ir, mas uma série de reações começam a ocorrer em seu corpo:

  • Coração disparado;
  • Suor escorrendo pelo seu rosto e em todo seu corpo;
  • Boca seca;
  • Tontura;

E você fica na dúvida se vai ou não vai.

Seus amigos te pressionando, a mulher lhe dando sinais, o ambiente está agradável e propício para um início de conversa, mas… Você trava!

Passam duas, três, quatro horas.

Até que a mulher se cansa e vai embora com as amigas.

Ao sair, já de costas para você, ela vira a cabeça para trás e faz uma expressão de “que pena que você não veio falar comigo”.

Você toma mais algumas e vai pra casa num estado letárgico depressivo, pensando na oportunidade que perdeu.

E pior: não foi a primeira.

Você não é o único que não sabe como conquistar uma mulher

como-conquistar-uma-mulher

Calma, amigo. Essa não é uma situação única. Longe disso.

Aliás, está tornando-se cada vez mais corriqueira, infelizmente.

O problema é que vários homens que passam por situações semelhantes como esta, encucam que estão com algum problema.

A maioria dos homens imagina que nunca será capaz de saber como conquistar uma mulher.

Mas a verdade é que, em primeiro lugar, não é todo homem que nasce com a facilidade de se comunicar bem com uma mulher e as pessoas em geral.

Há personalidades mais extrovertidas e outras introvertidas.

Há também o componente histórico.

Se um homem sofreu bullying durante à infância, pode carregar esse complexo de inferioridade para a vida adulta e isso influi diretamente no relacionamento com terceiros…

Principalmente no caso de relacionamento com uma mulher.

Todas as pessoas, até aquelas mais seguras de si, possuem o medo da rejeição.

Algumas são mais confiantes e vencem esse medo.

Outras deixam o medo ser mais forte ao ponto de atrapalharem suas vidas.

Mas para tudo nessa vida, exceto a morte, há solução.

E é o que vamos apresentar para você neste artigo.

Vamos mostrar, primeiramente, porque há cada vez mais casos de homens com dificuldades em como conquistar uma mulher.

Mostrar quais os perigos de “não ser você mesmo”, tentando pôr em práticas táticas de sedução baratas e decoradas de qualquer blog da internet.

Esse texto fará você entender o porquê talvez você esteja assim e mostrar que:

Independentemente de sua condição social, profissional, idade, aparência e qualquer outro fator…

Você pode ter um potencial de sedução despertando o lado instintivo das mulheres, dessa forma aprenderá como conquistar qualquer mulher.

Então, amigo, você não está sozinho neste barco.

No jogo da vida, algumas regras não são fáceis de decifrar.

Não diria difíceis, mas com alguns obstáculos.

A crise da masculinidade

Antes de irmos para a parte mais prática, cabe fazer uma boa reflexão sobre esse tema, que é cada vez mais discutido: a crise da masculinidade.

O primeiro ponto é porque os homens estão com medo de puxar assunto com uma mulher, além dos fatores psíquicos listados acima?

Uma linha de análise é o caminho que a sociedade ocidental tem tomado, principalmente na atual geração.

Isso dificultou ainda mais a vida dos homens quando o assunto é como conquistar uma mulher.

A justa luta das mulheres em conquistarem direitos como equiparação salarial, espaço no mercado de trabalho, mais independência, enfim, uma emancipação maior, acabou misturando-se com radicalismos de grupos feministas extremistas, conhecidos como “feminazis”.

A mídia também joga contra.

Exaltando ou, no mínimo, omitindo-se diante de casos de figuras públicas masculinas que adotam posturas fracas, atitudes mimadas e infantis, mesmo que este tenha quase 30 anos nas costas.

Sensacionalismo da mídia

O sensacionalismo midiático na cobertura de casos de assédios faz com que o jovem homem de hoje tenha medo de ao menos dizer um simples “oi” para uma garota e ser acusado de estar assediando-a.

Soma-se a estes fatores o fenômeno da “adolescência tardia”, ou seja, os casos dos homens de 25, até 30 anos que têm “medo de se tornar adulto”, e ainda não se livraram de muitas inseguranças de quando tinham 15 anos.

Mais um fator é uma espécie de “feminização” dos homens heterossexuais.

Devido a isso muito homens hoje em dia tem muitas dificuldades em conquistar uma mulher.

Com tudo isso já exposto, acabam adotando uma postura de “melhor amigo” de uma menina, do que propriamente uma possível alternativa de relacionamento.

Homem e mulher são diferentes

Essa exacerbação do feminismo radical, com apoio midiático, demonizou o padrão masculino que até meados dos anos 90 era tido como ideal e normal (e é normal).

Confundem a postura biologicamente masculina com grosseria e uma palavra que se tornou doce na boca de muita feminista radical: “machista”.

Pasmem!

Atitudes como abrir a porta para uma mulher são consideradas por parte das chamadas “feminazis” um ato machista: dizem se sentir inferiorizadas e que são capazes de abrir a porta sozinhas.

Confundem um ato de gentileza com um ato de diminuição do gênero. Machismo.

Homens e mulheres têm sim que possuírem direitos iguais.

Mas não significa que homem e mulher são iguais!

Cada gênero tem sua particularidade.

E aqui não há nada referente à homossexualidade ou a heterossexualidade, mas sim a distinção tanto comportamental quanto biológica do gênero em si.

A confusão que as radicais femininas proporcionam em defender a pauta justa das mulheres e nivelar tudo em igual não significa que homem e mulher são iguais em tudo.

Felizmente está em curso uma desconstrução deste cenário exposto, principalmente tanto por homens quanto mulheres que querem se relacionar.

O que as mulheres querem?

conquistar-uma-mulher

Mas, afinal, o que elas querem? O que elas esperam de um homem?

Olha, amigo, essa expectativa feminina começa antes mesmo dela conhecer o homem.

Voltemos à situação exposta no início do texto.

A mulher estava interessada, mas pensa: “se esse cara não tem coragem de vir aqui conversar comigo, imagine o resto”.

Autoconfiança. Essa é a palavra.

Você precisa ser mais confiante.

Cara, mesmo que você esteja ao ponto de desmaiar, encare e vá falar com gata na balada.

O máximo que você pode receber é um “não”.

Segurança. Essa é outra atitude que você deve ter.

Antes de sair de casa, olhe para o espelho e diga para si mesmo que você é um vencedor!

Que hoje será o dia que você vai conquistar aquela mulher!

Se há uma coisa que as mulheres gostam é de um homem seguro de si. Faz parte do instinto feminino.

E passar segurança começa com a postura. Costas eretas, cabeça pra cima. Uma postura de quem sabe o que quer.

Lembra que na situação do início do artigo foi descrito que a mulher dava algumas olhadas.

Então, não tenha medo de encarar.

Se ela olhar para você e sorrir, retribua.

Aliás essa pode ser a deixa de iniciar uma conversa.

Pense comigo: você está num ambiente que predominantemente são de pessoas solteiras e pré-dispostas a conhecer alguém.

A chance de você ter êxito em desenvolver uma conversa e conquistar uma mulher é bem maior.

Não aparente seu “desespero”

Muito bem. Você conseguiu dar o primeiro passo que foi iniciar a conversa com a mulher.

Primeira coisa: escute mais, fale menos.

As mulheres adoram homens que realmente prestam atenção no que elas estão dizendo.

Mas seja genuíno. Não finja que está prestando a atenção, somente com o balançar da cabeça.

Sei que a ansiedade é grande para um desenvolvimento de uma conversa mais intimista. Mas tenha paciência.

Aliás, se você ficar atento ao que a mulher está falando, pode surgir vários ganchos para você aproximar-se cada vez mais.

Ela está falando de trabalho, por exemplo, e cita algo em comum e você se identificam na situação.

Ou então (é muito comum) a mulher pega a confiança em você e começa a desabafar algum problema.

Aí amigo, tenha uma atitude verdadeiramente de homem: escute com atenção. E não se aproveite da situação.

As vezes a mulher está mais vulnerável por causa de alguma situação que está passando.

Repito: tenha uma atitude de homem e não se aproveite.

Ao contrário.

Este pode ser o momento da conquista, em você entender a fragilidade emocional daquela mulher.

Com certeza, sozinha, ela poderá pensar:

“Puxa, essa cara é diferente. Não queria simplesmente me levar pra cama. Mas me escutou. Quero falar com ele novamente”.

Acabe com o vício da masturbação

Não há nada de errado no ato da masturbação.

Mas se viciar na masturbação é um problema.

Se masturbar cinco, seis, até dez vezes ao dia é sinal que alguma coisa está errada.

E geralmente esse insucesso em conseguir se relacionar com uma mulher é fato predominante para que a masturbação vire um vício.

E nenhum vício traz consequências positivas.

Mas não é somente o número de vezes que você se masturba que é o problema.

E sim o quanto esse vício está afetando sua vida.

Se você não para de pensar nisso, não está saindo mais de casa para se masturbar, chega atrasado no trabalho, enfim, se torna escravo do vício, aí está o grande perigo que deve ser tratado.

O sexo é algo para proporcionar prazer.

E, repetindo, que o ato da masturbação de forma natural não há nada de errado.

Só que você não pode deixar as frustrações de não conseguir um relacionamento sexual com uma mulher levar a você “se aliviar” e só viver para isso.

Além disso, masturbar-se em excesso pode lhe atrapalhar na hora da relação sexual em si, com uma parceira.

Se o seu corpo já está condicionado e ejacular somente com um movimento e velocidades contínuas, você provavelmente terá problemas de ejaculação.

Tanto em não ejacular com movimentos mais lentos e naturais no ato sexual, como também pode ocasionar a ejaculação precoce e atrapalhar as preliminares, por exemplo.

Por isso é tão importante você manter uma vida social ativa.

Sair com amigos ou até mesmo sozinho e manter relacionamentos com mulheres.

Vencer o obstáculo da timidez e da baixa autoestima trará uma nova era em sua vida!

Não somente para conseguir conquistar uma mulher, mas em sua vida em geral.

Ter a ajuda em alguém é importante

Não se furte em buscar ajuda se você está passando por esse problema, o de não conseguir se relacionar.

Se você tiver a oportunidade, converse com um amigo mais experiente que vai entender você.

Nem que seja somente para desabafar.

Essa ajuda pode vir também de seu pai, irmão, tio, primo.

Alguém da sua família com certeza pode te ajudar.

Se você sentir que o problema da timidez é muito grande e que quando aparece uma situação como a do início do artigo, também é muito saudável buscar uma terapia.

O vício da masturbação deve ser atacado também por meio da terapia.

Vale a pena também consultar um urologista e tirar possíveis dúvidas que possam estar em sua cabeça.

Com a visita ao médico, será importante você fazer alguns exames específicos, como a verificação da taxa de testosterona em seu corpo.

Eliminada qualquer possibilidade de problema físico e também com tratamento da mente, é hora de “você ir pra cima” e tomar as rédeas de sua vida.

Dica de ouro para conquistar uma mulher

A internet pode ser um caminho muito bom para te auxiliar.

Mas, cuidado. Há o que não presta e há o que funciona.

Existem coachs especializados nesta área.

Um deles é Matheus Copini, que criou o próprio método de como conquistar uma mulher.

Esse método de transformação masculina é o “Curso Lover 2.0“.

O próprio Matheus passou por problemas semelhantes relatados aqui neste artigo.

Procurou métodos que auxiliassem na sedução aqui no Brasil e não encontrou nada satisfatório.

Então, pesquisou métodos internacionais e foi pessoalmente aos Estados Unidos aprender e trazer o que há de mais moderno e eficaz nessa área.

Quase 4 mil homens já se beneficiaram da consultoria de Matheus Copini.

De forma prática, objetiva, direta e o melhor, eficaz, ele ensina técnicas poderosas de sedução.

Mas não sedução a barata, mas a genuína sedução aguçando o lado instintivo das mulheres.

Tome uma atitude.

Seja feliz e aproveite a vida. Você merece!

Se você deseja se tornar um homem mais confiante e sedutor para conseguir conquistar uma mulher

Recomendo que clique na imagem abaixo e assista a um vídeo do Copini que irá te ajudar muito nessa questão.

Espero que tenha gostado das dicas.

Vou ficando por aqui..

Beijos,

Claudia Vallve.

Leave a Reply